WeCreativez WhatsApp Support
Nossa equipe de consultores está pronta para lhe atender.
Olá, como podemos ajudar?

9 Passos para seu Pet ter uma alimentação perfeita!

Como escolher o cachorro ideal para você
19 de agosto de 2019

Cuidar do seu pet também significa ter uma preocupação extra com sua alimentação. De uma forma geral, os cães adoram comida, por isso, é preciso que o dono fique atento para isso não se tornar um problema para a saúde do seu melhor amigo. 

Para não correr o risco de errar na hora de decidir os alimentos, o horário e até mesmo o local onde o peludinho irá se alimentar, fique ligado nesses 9 passos. 

 

Passo 1 – COLOQUE APENAS A QUANTIDADE IDEAL DE ALIMENTO NO POTE
Não importa a quantidade de comida que colocar no recipiente, os cãezinhos mais gulosos vão devorar tudo em apenas alguns segundos. Por isso, uma dica é ir depositando a comida aos poucos, além de ficar de olho na indicação da embalagem do alimento, para adequar a quantidade com o porte e raça do seu cão.

 

Passo 2 – ENSINE O CÃO A NÃO SER POSSESSIVO
Cães possessivos dificilmente conseguem relaxar quando vão se alimentar, ainda mais se não forem os únicos peludinhos da casa. Porém, o momento da refeição do pet também precisa ser tranquilo e sem estresse. Por isso, é essencial acostumar o cão ao movimento externo enquanto ele come. Vale fazer carinho nele ou até mesmo colocar a mão no pote de comida, para que o pet entenda que não há riscos.

 

Passo 3 – ALIMENTE O CÃO EM LOCAIS SILENCIOSOS
Apesar de ser importante ensinar o cãozinho a não ter um comportamento possessivo, dar a comida em local muito barulhento e com volume alto de pessoas passando também pode não ser saudável. O cão precisa de um ambiente tranquilo e silencioso para comer com alguma tranquilidade, o que ajuda a digerir melhor o alimento.

 

Passo 4 – SEPARE A COMIDA DOS CÃES
Se você cuida de mais de um cãozinho, é importante separar potes diferentes para cada um deles. Desta forma, o pet pode comer mais tranquilo, sem se preocupar com o que o outro está fazendo.

 

Passo 5 – NÃO PASSEIE COM O CÃO LOGO APÓS A COMIDA
O cachorro vai precisar fazer suas necessidades fisiológicas após a alimentação, mas nada de sair logo em seguida para passear com o pet. Andar, correr e brincar antes de um intervalo de cerca de 1h pode atrapalhar a digestão do peludinho, fazendo com que ele sofra com gases, congestão e até mesmo vomite.

 

Passo 6 – NÃO DÊ A SUA COMIDA AO CACHORRO
Cachorros e humanos necessitam de nutrientes diferentes para permanecerem saudáveis. Por isso, nunca ofereça sua própria comida a seu pet, mesmo que seja uma refeição leve e saudável. Além disso, alguns alimentos, como o chocolate, podem ser até mesmo tóxicos para os cachorros.

 

Passo 7 – NÃO EXAGERE NOS SUPLEMENTOS E VITAMINAS
Na ânsia de deixar o cãozinho sempre forte, alguns tutores podem buscar um reforço com vitaminas e suplementos caninos. No entanto, o consumo excessivo dessas substâncias pode trazer problemas para seu peludinho, por isso, o ideal é conversar com um veterinário antes de modificar a alimentação do seu melhor amigo.

 

Passo 8 – PASSE SEU CHEIRO PARA A RAÇÃO
Apesar de domesticados, os cães ainda são animais com instintos selvagens e muitos deles podem ficar desconfiados na hora de de comer. Como faziam nas matilhas, milhares de anos atrás, mesmo os cachorros cheiram o alimento procurando o aroma do líder, no caso, o dono. Por isso, passe a mão em toda a ração antes de colocá-la no pote, assim o pet sentirá seu cheiro e ficará mais seguro.

 

Passo 9 – NÃO DÊ COMIDA SE O CÃO ESTIVER AGITADO
Os momentos de ansiedade e agitação do cãozinho podem fazer com que ele coma rápido demais, atrapalhando a digestão dos alimentos. O ideal é esperar que ele se acalme antes de servir a comida no pote.

Bônus 

A escolha adequada da alimentação faz toda a diferença, encontre um local de confiança para comprar a alimentação do seu Pet, ajudando a manter a qualidade e horários de alimentação. 

 

Fonte: pedigre.com.br

WhatsApp